Various icons representing diagnostics items

ABC do Diagnóstico

Hoje em dia, os meios de comunicação social estão cheios de notícias sobre testes de diagnóstico. Quer testar o seu nível de conhecimento? Clique num cartão para saber mais!

Teste de anticorpos

Teste de anticorpos

Os anticorpos são proteínas que ajudam a combater as infeções. Um teste de anticorpos é um teste baseado em sangue utilizado para determinar se uma pessoa foi exposta e pode ter ganho imunidade contra um agente patogénico (uma bactéria, vírus, ou outro microrganismo que possa causar doenças).

Teste de antigénio

Teste de antigénio

Um antigénio é a parte de um agente patogénico que causa uma resposta imunitária. Um teste de antigénios deteta proteínas específicas desse patogénio (uma bactéria, vírus, ou outro microorganismo que pode causar doenças).

Teste CE

Teste CE

A marcação CE indica que um teste foi avaliado pelo fabricante e considerado como cumprindo os requisitos de segurança, saúde e proteção ambiental estipulados na União Europeia (UE). É exigido para os produtos fabricados em qualquer parte do mundo que são depois comercializados na UE ou em países terceiros que aceitem a marcação CE.

Química clínica

Química clínica

A (bio-)química clínica é a área da química que se ocupa geralmente da análise de fluidos corporais para fins de diagnóstico. Estes são realizados em qualquer tipo de fluido corporal, mas principalmente em soro ou plasma. O soro é o líquido que permanece depois de o sangue ter coagulado. O plasma é o líquido que permanece quando a coagulação é evitada com a adição de um anticoagulante.

Sensibilidade clínica de um teste

Sensibilidade clínica de um teste

A sensibilidade clínica indica a capacidade de um teste para identificar corretamente os doentes que têm o agente patogénio, doença ou condição ("verdadeiros positivos").

Especificidade clínica de um teste

Especificidade clínica de um teste

A especificidade clínica indica a capacidade de um teste para identificar corretamente doentes que não têm o agente patogénico, doença ou condição ("verdadeiros negativos").

Teste de seleção da terapêutica

Teste de seleção da terapêutica

Um teste de seleção da terapêutica é um teste que disponibiliza informação para a utilização segura e eficaz de um tratamento específico. O teste de diagnóstico é fundamental para ajudar os profissionais de saúde a determinar se os benefícios de um determinado tratamento para os doentes superarão quaisquer potenciais efeitos secundários ou riscos graves. Estes testes são mais comumente utilizados para determinação de tratamentos específicos para o cancro.

Consumíveis

Consumíveis

Os consumíveis são componentes descartáveis tais como pontas, placas, folhas de selagem, cassetes, recipientes e garrafas.

Diagnósticos

Diagnósticos

Os diagnósticos desempenham um papel crítico nos cuidados de saúde. Ajudam na prevenção, rastreio, diagnóstico, monitorização e tratamento de doenças.

Resultado falso-negativo

Resultado falso-negativo

Um falso negativo ocorre quando o resultado de um teste indica inadequadamente a ausência de um agente patogénico, doença ou condição, quando na realidade ele está presente.

Resultado falso-positivo

Resultado falso-positivo

Um falso positivo ocorre quando o resultado de um teste indica indevidamente a presença de um agente patogénico, doença ou condição, quando na realidade ele não está presente.

Teste aprovado pela FDA

Teste aprovado pela FDA

Nos Estados Unidos, o desenvolvimento, produção e comercialização de testes comerciais são regulados pela U.S. Food and Drug Administration (FDA). Muitos testes devem ser avaliados e aprovados pela FDA.

Autorização da FDA para utilização de emergência

Autorização da FDA para utilização de emergência

Uma Autorização para Utilização de Emergência significa que a FDA nos EUA está a permitir que produtos médicos ainda não aprovados possam ser utilizados numa emergência - por exemplo, na pandemia COVID-19 - para diagnosticar, tratar ou prevenir doenças ou condições graves ou potencialmente fatais, quando não existem alternativas adequadas, aprovadas e disponíveis. Esta Autorização de Utilização de Emergência emitida pela FDA aplica-se apenas nos EUA.

Equipamentos (altamente) automatizados

Equipamentos (altamente) automatizados

Os equipamentos altamente automatizados são peças de robótica muito sofisticadas que reduzem significativamente os passos manuais no laboratório, reduzindo o risco de erros e aumentando a segurança dos doentes e a qualidade do processo.

Equipamentos de elevado rendimento

Equipamentos de elevado rendimento

Trata-se de um equipamento de elevado rendimento automatizado que funciona de forma independente ou em sistema e que permite grandes volumes de testes durante um curto período de tempo.

Imunodiagnósticos

Imunodiagnósticos

O imunodiagnóstico é uma metodologia de diagnóstico que utiliza anticorpos para a identificação de agentes patogénicos como principal meio de deteção de doenças infeciosas, tumores, consumo de estupefacientes, diabetes, proteínas, fármacos e alergénios.

Equipamento

Equipamento

Os equipamentos são peças de robótica muito sofisticadas utilizadas para executar e automatizar testes de diagnóstico. Alguns equipamentos funcionam de modo independente enquanto outros podem fazer parte de um sistema.

Diagnóstico In-Vitro

Diagnóstico In-Vitro

O diagnóstico In-Vitro são testes feitos em amostras como sangue, tecido ou urina retiradas do corpo humano. Fornecem informação objetiva utilizada para a deteção, gestão e prevenção de doenças. Influenciam cerca de 70% da tomada de decisões clínicas, sendo responsáveis por apenas 2% das despesas em saúde.

Diagnósticos moleculares

Diagnósticos moleculares

O diagnóstico molecular ajuda a identificar agentes patogénicos, doenças ou condições, estudando moléculas, tais como proteínas, ADN e ARN, em amostras de doentes.

PCR ou reação em cadeia da polimerase

PCR ou reação em cadeia da polimerase

A tecnologia de reação em cadeia da polimerase (PCR) permite amplificar pequenas quantidades de material genético (ADN ou ARN) e tem permitido grandes evoluções no diagnóstico e monitorização da doença, por exemplo, para o VIH.

Reagentes

Reagentes

Os reagentes são misturas complexas de produtos bioquímicos ou químicos utilizados em testes de diagnóstico In-Vitro. Exemplo: "Tampão de lise" é um reagente utilizado em testes SARS-CoV-2 para quebrar células abertas e/ou vírus, a fim de identificar a sua composição genética para confirmar se um doente é portador do vírus.

Amostras

Amostras

As amostras são pequenas quantidades de material humano - sangue, urina ou tecido a ser analisado. Dispositivos auxiliares, tais como zaragatoas, são por vezes utilizados para recolher essas amostras.

Serologia ou teste serológico

Serologia ou teste serológico

Os testes serológicos são testes baseados em sangue utilizados para identificar anticorpos e antigénios na amostra de um doente.

Teste ou ensaio

Teste ou ensaio

Um ensaio é utilizado para testar a presença ou para determinar a concentração de componentes específicos no corpo humano - proteínas, ácidos nucleicos, agentes infeciosos, células cancerígenas, etc. Os ensaios ajudam a direcionar o rastreio, diagnóstico, monitorização, prevenção e tratamento de doenças.

Kits de teste

Kits de teste

Os kits de teste são conjuntos de reagentes embalados que constituem um teste para ser utilizado pelo profissional de saúde ou doentes.

Diagnósticos de tecidos

Diagnósticos de tecidos

O diagnóstico de tecidos concentra-se na análise de biópsias ou outras amostras de tecido do corpo humano. São geralmente utilizados para a deteção, avaliação e gestão de doenças oncológicas.